Zurich Airport Brasil desenvolve ferramenta para gestão multi aeroportos no Centro de Coordenação Aeroportuária (CCA)

15 fev 2022

A administradora dos aeroportos de Florianópolis, Vitória e Macaé implantou um formato de gestão inovador para o CCA - Centro de Coordenação Aeroportuária. A implementação do ROC (Remote Operational Center) traz uma solução completa e integrada, que permite o monitoramento, acesso e atuação remota no controle de operação dos aeroportos, a partir de uma base central.

Com a integração de diferentes sistemas, a equipe que atua no ROC se conecta a qualquer um dos aeroportos da empresa. O acesso remoto permite o manuseio do sistema integrado, possibilitando a administração de tarefas como alocação de aeronaves, comunicação com a Torre de Controle, comunicação com a equipe de pátio, além do próprio CCA local.
“Elevamos o escopo do Centro de Coordenação Aeroportuária a outro nível, desenvolvendo um modelo pioneiro em nossos aeroportos. Com o acesso integral e remoto, ganhamos em performance, garantindo um controle e atuação mais eficazes, ampliando a capacidade de atendimento e de segurança, além de possibilitar uma comunicação mais fluida entre os aeroportos do grupo. Tudo isso gera ainda mais excelência operacional.”, reforçou o CEO, Ricardo Gesse.
A solução desenvolvida pelos times de Tecnologia (TI) e Operações da concessionária levou cerca de quatro meses, entre fases de estudos e testes, até a implementação, iniciada em janeiro de 2022.

Inovar faz parte da cultura da empresa, que já implantou outros projetos inéditos no segmento de aeroportos no país: a inspeção por drones do sítio aeroportuário; a instalação de um Laboratório de Inovação dentro do aeroporto para testes e homologação de novos processos e iniciativas; e ainda, no Brasil, o Aeroporto Internacional de Florianópolis foi o primeiro do país a iniciar os testes de embarque por biometria.

A Zurich Airport Brasil é uma empresa do grupo Zurich Airport e tem, por 30 anos, a concessão dos aeroportos de Florianópolis, em Santa Catarina, Vitória, no Espírito Santo, e Macaé, no Rio de Janeiro.