As tratativas para a execução da obra de acesso ao aeroporto de Florianópolis finalmente andaram. Durante reunião em Brasília, onde esteve presente o CEO da Floripa Airport, Tobias Markert, o ICMbio, órgão federal de licenciamento ambiental, prometeu para 12 de janeiro um parecer definitivo sobre a obra.

A Fatma, órgão estadual de licenças ambientais, apresentou ao ICMbio um estudo detalhado sobre o traçado escolhido para a via de acesso ao aeroporto. Os estudos de impacto ambiental são importantes para garantir que não ocorra prejuízos à fauna e flora do local. A via de acesso passa a seis metros da área de mangue que contorna a futura estrada.

Com a posição do ICMBio e a licença ambiental da Fatma, a expectativa é de que a licitação para o trecho e 2,1 quilômetros seja feita ainda no início de 2018. O custo das desapropriações foi calculado em R$ 60 milhões.