A Floripa Airport e o Governo do Estado assinaram na tarde de terça-feira o contrato que prevê a isenção de tarifas às aeronaves e helicópteros do Estado que utilizam o aeroporto de Florianópolis.

Em contrapartida, o Estado deve manter policiamento diário, entre 6h e 24h, no terminal e no meio-fio. O contrato foi assinado por Ricardo Gesse, diretor de operações do aeroporto (à direita na foto), e Juliano Dossena, procurador geral do Estado.

A Floripa Airport fica satisfeita com assinatura do contrato por entender que a presença da polícia no aeroporto é fundamental para garantir a segurança das pessoas. Vale ressaltar que se trata de uma área pública, com alto fluxo de pessoas e média anual de 10 mil passageiros por dia. Se considerar o número de pessoas que trabalham no aeroporto e os acompanhantes de passageiros, essa média pode chegar a 13 mil pessoas por dia. Em todos os aeroportos do mundo, a presença constante da polícia é algo comum. 

O acordo prevê isenção de 100% das taxas que estavam sendo cobradas das aeronaves oficiais. A decisão vale para os deslocamentos do governador, em missão pública, e aeronaves da PM e do Corpo de Bombeiros.

Leia também:

Floripa Airport lança exposição multimídia sobre a obra do novo terminal

Floripa Airport lança edital de licitação para área comercial do novo aeroporto

Florianópolis terá até 3 voos diários para o Chile na alta temporada